Home
CTC USP abre vaga para pós-doutorado PDF Print E-mail


 
INCT em Células-Tronco e Terapia Celular no Câncer é aprovado pelo MCTI PDF Print E-mail

A Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto é uma das instituições escolhidas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI) para sediar novamente um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT).
O INCT em Células-Tronco e Terapia Celular no Câncer, coordenado pelo Prof. Dr. Dimas Tadeu Covas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, vai ampliar as atividades do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Células-Tronco e Terapia Celular, criado pelo CNPq/FAPESP em 2008.
O projeto desenvolve um extenso programa de pesquisas básicas e clínicas para entender, isolar, cultivar e usar terapeuticamente as células-tronco somáticas e pluripotentes, tanto em modelos animais como em humanos.
O estudo de células-tronco neoplásicas, em particular as associadas às leucemias e aos linfomas, também integram os objetivos do grupo.

A Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto é uma das instituições escolhidas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI) para sediar novamente um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT).

 O INCT em Células-Tronco e Terapia Celular no Câncer, coordenado pelo Prof. Dr. Dimas Tadeu Covas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, vai ampliar as atividades do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Células-Tronco e Terapia Celular, criado pelo CNPq/FAPESP em 2008.

O projeto desenvolve um extenso programa de pesquisas básicas e clínicas para entender, isolar, cultivar e usar terapeuticamente as células-tronco somáticas e pluripotentes, tanto em modelos animais como em humanos.

O estudo de células-tronco neoplásicas, em particular as associadas às leucemias e aos linfomas, também integram os objetivos do grupo.


 
5º Seminário do CTC PDF Print E-mail


 
Workshop em Hematologia PDF Print E-mail

A Universidade de São Paulo e a Université Sorbonne-Paris-Cité estão estabelecendo uma forte cooperação acadêmica em várias áreas do conhecimento. Recentemente, foi criado uma Rede de Pesquisa Internacional em Hematologia envolvendo professores, pesquisadores e alunos de pós-graduação da USP e da USPC para o desenvolvimento de projetos em anemia falciforme, transplante de medula óssea e falência hematopoética. Tais projetos envolvem tanto a pesquisa básica no laboratório quanto a pesquisa clínica para o desenvolvimento de novos diagnósticos e tratamentos para pessoas que sofrem dessas doenças.
No dia 3 de setembro, a USP e a USPC realizarão em Ribeirão Preto um workshop em Hematologia com a presença de pesquisadores das duas instituições para apresentar e discutir projetos e estimular a participação de novos alunos e pesquisadores. Este workshop conta com o apoio do Hemocentro RP e do Centro de Terapia Celular da FAPESP. Veja a programação.




 
Postdoctoral position at CTC PDF Print E-mail

Postdoctoral position at CTC – Center for Cell-based Therapy
The Center for Cell-based Therapy (CTC) is located at the Regional Blood Center of Ribeirão Preto of the Medical School of Ribeirão Preto (University of São Paulo – SP). CTC is a part of the Program of Research, Innovation and Dissemination supported by FAPESP ( São Paulo Research Foundation).
CTC invites applications for the Postdoctoral Fellowship to develop research projects in the main areas of Stem Cell Biology and/or Leukemogenesis. Candidates should possess a PhD and have a strong background in stem cell research, gene manipulation and immunotherapy.
The selected candidates must start their postdoctoral activities in February 2015. The stipends will be established by FAPESP and are available at the website http://www.fapesp.br/. Applications must be sent to the e-mail: CLOAKING until 13th December 2015. Additional information: http://ctcusp.org/ or CLOAKING

Postdoctoral position at CTC – Center for Cell-based Therapy


The Center for Cell-based Therapy (CTC) is located at the Regional Blood Center of Ribeirão Preto of the Medical School of Ribeirão Preto (University of São Paulo – SP). CTC is a part of the Program of Research, Innovation and Dissemination supported by FAPESP ( São Paulo Research Foundation).


CTC invites applications for the Postdoctoral Fellowship to develop research projects in the main areas of Stem Cell Biology and/or Leukemogenesis. Candidates should possess a PhD and have a strong background in stem cell research, gene manipulation and immunotherapy.


The selected candidates must start their postdoctoral activities in February 2015. The stipends will be established by FAPESP and are available at the website http://www.fapesp.br/. Applications must be sent to the e-mail: CLOAKING until 13th December 2015. Additional information: http://ctcusp.org/ or CLOAKING


 



Descrição do Programa do Instituto

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Terapia Celular (INCTC) constitui a continuidade e a ampliação das atividades do Centro de Terapia Celular (CTC-CEPID-FAPESP), um dos Centros de Excelência em Pesquisa, Inovação e Difusão criados pela FAPESP em 2001 com o objetivo de ser um novo paradigma para a organização da pesquisa no Estado de São Paulo. O CTC-CEPID, da mesma forma que deverá atuar o futuro INCTC, desenvolve atividades nos três setores que constituem o escopo do projeto: pesquisa científica na fronteira do conhecimento, difusão do conhecimento para a sociedade e inovação tecnológica em estreita colaboração com o setor produtivo.


O tema: Terapia Celular 

A terapia celular, por definição mínima, compreende a utilização de células com objetivos terapêuticos. Estas células podem ser usadas das mais diferentes maneiras: injetadas endovenosamente para exercerem ações sistêmicas ou atingirem órgãos e tecidos protegidos, como a medula óssea ou o SNC; usadas localmente ou injetadas diretamente no tecido ou órgão comprometido com o objetivo de promover algum efeito benéfico regenerativo ou protetor.

As células usadas para fins da terapia celular também variam amplamente com relação ao seu estado de maturação e diferenciação. Podem ser utilizadas células maduras do sangue periférico como eritrócitos, leucócitos e plaquetas como acontece, por exemplo, nas transfusões sanguíneas, ou ainda linfócitos ou células dendríticas sensibilizados in vitro nas chamadas vacinas celulares;  também podem ser utilizadas células-tronco ou células progenitoras  com o objetivo de promover o reparo ou mesmo a total substituição de um tecido ou órgão lesado. Neste último caso temos o exemplo, consolidado por mais de 40 anos de experiência, dos transplantes de células-tronco hematopoéticas derivadas da medula óssea, do sangue periférico ou do sangue do cordão umbilical e que são capazes de reconstituir todo o sistema hematopoético.

utros exemplos de terapias celulares bem sucedidas com células-tronco, tanto embrionárias como somáticas em modelos animais e no homem, têm surgido nos últimos anos e a procura de novas terapias celulares efetivas tem ocupado, de forma relevante e explosiva, a literatura científica.



 

 

 

Apoio: http://www.hemocentro.fmrp.usp.br/projeto/inctc/img/footer.png